21 de Janeiro de 2019 - FNF homenageia Santa Cruz de Natal com troféu “Lupercio Luiz de Azevedo”

21 de Janeiro de 2019 - Na Arena das Dunas, Santa Cruz e Palmeira empatam em 1 a 1

21 de Janeiro de 2019 - FNF divulga arbitragem para jogos complementares da 3ª rodada do Estadual

20 de Janeiro de 2019 - Potiguar empata fora de casa com Assu e segue na liderança do Estadual 2019

\\ NOTÍCIAS

CBF confirma Série D 2016 com 68 clubes na disputa Terça, 22 de Março de 2016 às 17h36

A Confederação Brasileira de Futebol havia confirmado no último dia 15 a ampliação do Campeonato Brasileiro Série D 2016. A competição nacional passaria a contar com 48 clubes na disputa a partir desse ano, somando mais oito vagas em relação à edição de 2015. Nesta terça-feira (22), outra mudança foi confirmada, agora 68 clubes irão participar da competição em 2016, com todas as federações sendo contempladas com, pelo menos, uma vaga a partir do acréscimo dessas 20 vagas.   

A primeira mudança já havia beneficiado o futebol do RN, que passou a contar com dois representantes na competição, consequentemente possuindo maior representatividade no cenário de competições nacionais. Com o acréscimo de 20 clubes, todas as federações terão um representante na competição. São Paulo é o estado com maior número de representantes (4), Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Paraná, Goiás, Pernambuco e Bahia vem logo atrás, com três. 

A distribuição se dá a partir do Ranking Nacional das Federação e mais uma vez a atuação decisiva da FNF, junto ao presidente José Vanildo, vem garantindo o RN sempre na disputa por mais espaço no cenário nacional. 

A forma de disputa também foi alterada. Agora, serão 17 grupos com quatro clubes cada, nos quais os 15 primeiros colocados dos grupos avançam, juntamente com os 17 melhores segundos lugares de cada grupo, totalizando 32 equipes classificadas. A fase seguinte acontece no formato “mata-mata”. 

O regulamento específico da competição ainda será divulgada pela CBF, a possível data de início é 29 de maio. A entidade também ainda não decidiu se irá manter o cruzamento qualificado para a segunda fase, no qual o clube de melhor campanha na primeira fase encara o de pior campanha, e assim por diante.

PARCEIROS